Posts Tagged ‘Cena de audiovisual’

Parceiros de luta.

28 de agosto de 2010

Dentre os defeitos da equipe de “Vende-se” certamente não estará a ingratidão, tanto que escrevemos este texto só pra agradecer a galera que compõe o formigueiro. Sabemos quão fundamental é o trabalho colaborativo pra dar a direção da consolidação das nossas metas, dentre elas, mostrar ao mundo através da arte, a forma que enxergamos a vida. As experiências e olhares de cada um é complementar no processo da construção em grupo, isso provoca fusão de conceitos que resulta numa verdadeira obra de arte.

A maior parceria do Núcleo Cellula nessa produção é o coletivo Juntos Somos Fortes, estudantes da UFMT sedentos por dissipar a comunicação, a quem tem direito, o povo.

Das coisas mais surreias que já  nos aconteceu na preparação do curta, está em destaque sem duvida a adição da Biss Filmes e Coisas na equipe, por meio do inquieto Chabô, que convidou Marcelo e Barbara, estradeiros das antigas, dispuseram toda a experiencia que falatava para dar um “q” de profissionalismo à produção. A preparção de elenco feita por André d’Luca foi uma tempestade incendiária, experiência inesquecível pra todo mundo.

O que dizer da ZIM Empreendimentos, parceira tão antiga quanto constante? Ganhar grana outros também sabem, mas é a consciência de investir a grana na cultura dentro da propria UFMT que distingue a ZIM de qualquer outra iniciativa empreendedora que se já teve notícia….que já se teve noticia.

Estendemos os agradecimentos a Brindes e Cia, Marajá, Papelaria Ipiranga, Eduardo ferreira, Espaço Cubo, Cufa, e toda a equipe e elenco que acreditam, entre outros que conseguem ver a chuva chegando, e ralam como nunca debaixo do sol, do sol cuiabante só pra ver o formigueiro tomar a cidade e a nossa doença se espalhar.

ps: não se esqueçam, Domingo às 8h estaremos na praça Alencastro para o primeiro dia de gravação do curta Vende-se. Vamos fazer juntos? ligue pra nossa produtora Rita Duarte – 9912 1559 – cellulaproducao@gmail.com

Colapso Narciso dissipando conceitos na IFMT.

19 de maio de 2010

A busca incessante insaciável insólita do núcleo Cellula por maturidade, nos levou ao IFMT ontem. Por entendermos que tal maturidade só pode ser alcançada através de experiência e da troca dela, fizemos junto ao Grêmio Estudantil Nilo Peçanha uma curta seção de curtas, para saber o que os estudantes da instituição tinham para nos acrescentar.

O começo foi um tanto desanimador, pouco mais de 30 alunos. Mais assim que Colapso Narciso foi exibido e uma parte do publico se retirou, nos podemos trocar idéias, literalmente, com a galera. Falando psicodelicamente, para que se entenda as reações e impressões que o curta causa, eles viajaram, como se a bordo do foguete de Plunct, Plact ou de Zum depois de receber o carimbo do carimbador maluco, queriam saber como fizemos o filme e entenderam a essência da coisa, descobriram que o lance é dissipar conceitos, beirando a filosofia punk do “do it yourself” e visualizando que “do it together”a utopia se torna possível.

Só fui embora por causa da correria alienante do cotidiano, que me limitava com o tempo, mais feliz por saber que células estão nascendo e que essas mostras de produções autorais de curtas e vídeos darão um gás para a cena audiovisual hellcityana. É, a nossa doença ainda vai se espalhar.


post by:
@FelippyDamian roteirista e produtor do @cellulanucleo